Diário de um maluco

Querido diário, hoje foi uma loucura. As enfermeiras estavam brigando comigo só porque dei uns mergulhos no colchão. Mas não foi no da cama não, foi no da parede.

No café da manhã bebi alguns livros e comi champagne à parmegiana. Meus amigos aqui me disseram que hoje é meu aniversário, mas eu não acreditei, porque não faço aniversário. Mesmo assim ganhei vários presentes. Afinal, eu sou maluco, mas não sou burro.

Ganhei, inclusive, aquele diamante de prata e o livro de alumínio que estava querendo e só não comprei porque tinha dinheiro demais.

No almoço, comi o de sempre: arroz cru, feijão assado e bife queimado com farofa à milanesa. E de sobremesa o resto do bolo que fizeram para o meu aniversário do ano passado.

Estou no sanatório sim, mas porque quero. Eu não sou doido. Eles acham que sou, mas não sou. Só fico aqui no meu canto, não faço mal a ninguém.

Tem gente com bombas capazes de destruir o mundo inteiro, tem gente fazendo guerra por causa de religião, tem gente roubando dinheiro do povo. E parece que ninguém se importa. E ainda dizem que o maluco sou eu.

17 comentários:

Nadia 6 de janeiro de 2009 17:29  

"e só não comprei porque tinha dinheiro demais."

auhauhauhauhahua
muito bom.
xD

Gilgomex™ 6 de janeiro de 2009 17:35  

" bife queimado com farofa à milanesa."

Santa Propaganda descarada, Batman!!!

Mychelle Freiesleben 6 de janeiro de 2009 19:02  

Isso que eu ia falar!
Rola um marketing nesse texto.
hauahauahuahua...

Mas tudo bem!
Ficou bom, ficou bom!
Gostei, principalmente do final.

=*

Laila 6 de janeiro de 2009 21:06  

Gostei muito, principalmente do fim: crítica à humanidade é mara.
rsrsrs

Laila 6 de janeiro de 2009 21:06  

Gostei muito, principalmente do fim: crítica à humanidade é mara.
rsrsrs

Dalleck 6 de janeiro de 2009 23:41  

O George tem várias explicações do porquê usar "farofa à milanesa" no post. Primeiro porque ele era membro do blog antigamente, segundo porque ele é guitarrista da nossa banda de mesmo nome e terceiro, mas não menos importante, ele que sugeriu o nome pro blog =)

Enfim, devia ter linkado! hauehauhea, zueira...

A moral no final foi sensacional! Que rima mais banal...

Marina 8 de janeiro de 2009 12:22  

Não esperava a "moral da história" no final. Estava rindo muito até ela aparecer. Muito bom!

P! 8 de janeiro de 2009 23:41  

O último parágrafo não foi nada insano.

Tyler Bazz 13 de janeiro de 2009 03:08  

Oooolha só! Que bonito! O texto tem toda uma mensagem pacífica!! aUHauhaHUAhuaUHAuh

¡Propaganda Detected!

Palavras de Osho 15 de fevereiro de 2009 14:32  

Um pouquinho de loucura
A maior calamidade que pode acontecer a uma pessoa é ela ficar séria e prática demais. Um pouquinho de loucura e de excentricidade só faz bem.

Osho, em "Faça o Seu Coração Vibrar"

Anônimo 12 de abril de 2011 16:40  

_ hahahahahahaha amei-me.:)

Anônimo 13 de abril de 2011 07:50  

bolo do ano passado foi muito maça hahahahahahahahahahahahah

Anônimo 13 de abril de 2011 07:53  

esse cara é maluco mesmo






bjsssss

Anônimo 13 de abril de 2011 07:54  

de : zina gostei muito da maluquise



rsrsrsrss

Bruna Alves' ;D 14 de abril de 2011 07:48  

rsrsrs!!!
ooo kra nu sabe ném q éé
o nivér dele....

"Gerson Moura" 14 de abril de 2011 07:52  

kkkk.....
gostei demais, só que ele era doido mais tinha muito dinheiro kkkk...
ñ sai nem do hospital e tem muito dinheiro como.

De:"Gerson Moura"

Anônimo 14 de abril de 2011 07:54  

procure uma alimentação melhorrrr pq:arroz cru, feijão assado e bife queimado com farofa à milanesa'é de arrepiar deus me proteja!:)'

Buscar nos diários