Querido diário sertanejo,

sem você não sei andar sozinho, sou tão dependente de você. A felicidade pra mim é você. Só quero te dizer: "tranquei a porta do meu peito, depois joguei a chave fora e juro que o meu coração vai ser só de você". Hoje eu parei pra escrever alguma coisa assim, sobre você, sem você comigo já não sei o que fazer, o que passou é página virada e só dá você em minha vida. Hoje cedo eu chorei um rio de lágrimas. Ainda ontem chorei de saudade, relendo... E eu choro.

Nesta longa estrada da vida só você que me ilumina. Foi Deus que me entregou de presente você faz um ano. Por isso Deus me livre, perder você é abraçar a solidão. Amanheceu, o Sol nasceu... Com você eu chorei, com você eu sofri, com você eu errei, com você aprendi, eu me lembro aquele dia virei a página da nossa relação. Tá doendo, tá doendo sim, eu não consigo, não posso, preciso te ver. Bebi todas pra poder dizer quem vai ficar melhor sozinho, só não quero ouvir você dizendo por aí que fui mais um.

Não dá mais, não valeu, sabendo que eu tenho razão pra quê que eu vou chorar? Chega de bobeira, eu tô falando sério, vou passar uns dias lá na Lua e aquele que ficar sozinho vai chorar. Vê se cai na real, porque o ontem não volta, o amanhã não espera e pra você agora tanto faz. Me faltam palavras pra dizer tudo que um dia eu desejei, foram tantas por aí, tive às vezes que mentir.

De manhã quando o Sol aparece através da cortina todo mundo percebe que eu não te esqueci. Saudade sufoca o dia inteiro, quando chega a noite é um desespero, de dormir sozinho não tô mais afim. Eu disfarço, finjo estar contente, esse sofrimento não tem explicação, por isso eu vou voar, voar, tudo parecia um sonho com borboletas no jardim.

Mais um dia passou e hoje nada mudou, um sonho lindo que ficou depois em cada rua em que eu passei. Sem nenhum professor aprendi a lição, se volto ao passado e reviro os guardados um tanto inseguro, é assim que eu sou. Qualquer tipo de canção sertaneja ou popular serve de inspiração, na solidão de casa descansar, qualquer coisa serve para relembrar muito mais do que devia.

Desculpe meu amigo se estou embriagado, não quero que aconteça outra vez tudo aquilo que aconteceu, eu tô enlouquecendo, tô bebendo pra esquecer. Tinha um sonho ir pra Nova York, já comprei o passaporte dos meus sonhos, eu tô pra lá de Bagdá, será que me convém sair assim cortando estrada?

Procurei remédio na vida noturna, eu sei, tudo pode acontecer, já estou cansado de ser o remédio e quando a noite chegar a gente vai pra algum lugar com as estrelas e com a lua. Eu me sinto tão perdido na noite fria, a solidão, nada mais sei de nós porque morremos abraçados no desejo.

==========================================

(Se quiser pesquisar, todas essas frases que montam o diário estão por aí no cancioneiro popular brasileiro... he he he)

10 comentários:

Nadia 27 de dezembro de 2008 10:21  

fiquei super na esperança de você dedicar esse amor todo à um cavalo.

beeeem criativo.
xD

Dalleck 27 de dezembro de 2008 14:47  

Cadê o "fio de cabelo no meu paletó"??? =D

Aline 27 de dezembro de 2008 18:30  

Com certeza depois disso tudo ele "dormiu na praça pensando nelaaaaa"...

Gilgomex™ 27 de dezembro de 2008 21:13  

Dalleck, repare bem nesse trecho:
"serve de inspiração, na solidão de casa descansar, qualquer coisa serve para relembrar"

George Marques 28 de dezembro de 2008 01:00  

A suma da experiência musical sertaneja! (mais o autor do que o diário) xD

Varotto 29 de dezembro de 2008 14:47  

Leva jeito, hein?!

Impressionante o trabalho de pesquisa!

(ativado o modo de comentário borracharia)

Agora só falta mandar um agudo daqueles em que o cara parece que está tomando uma dedada e de repente nota que já passou até o relógio.

(excuse me, ladies)

Laila 30 de dezembro de 2008 10:36  

É quase uma compilação de tudo o que eu já ouvi em churrascos de domingo na fazenda...
Isso foi tão lindo, tão lindo que vou choraaaaar, desculpe mas eu vou chorar...

Tyler Bazz 30 de dezembro de 2008 12:43  

10 pela pesquisa; 0 pela qualidade lírica. aUHAuhaUHAhuaauhAUHAuhA

Luis Filipe 30 de dezembro de 2008 14:54  

quase dormi lendo
kkkkkkkk
ficou muito bom
xD

Anônimo 12 de janeiro de 2009 14:12  

isso são inúmeras páginas do cancioneiro popular brasileiro....

daonde saiu tanta inspiração hein?
Adorei!!!!

Buscar nos diários