Diário roubado...

Querido diário que nem é meu, estou escrevendo aqui só de farra. Encontrei esse diário esquecido na escola em cima dum banco, é de uma tal de Marina. Na hora que ela encontrar isso aqui vai ficar muito "puta" porque além de eu ler e descobrir que ela gosta dum tal de "Du", ainda estou escrevendo essa bobeira. Eu não roubei o dário, mas não acho que ela vá se importar com esse detalhe. Realmente espero que ela não reconheça minha letra e nem saia fazendo uma pesquisa na escola inteira para descobrir de quem é esse belo "garrancho".

Não sei ao certo, mas acho que o "Du" não gosta da fruta. Por tudo que li ali, ele é mio frutífero. Ou a Marina é bem, bem, bem baranga. É possível que seja essa segunda opção, já que pelo pouco que li por aqui, todos os amores dessa menina não vão pra frente. Marina, na hora que você pegar esse diário de volta (e vai pegar porque vou dar um jeito de deixá-lo em algum lugar que seja possível você encontrá-lo) eu quero que você saiba, que eu te pegaria fácil. Mas eu já peguei tanta "mina" feia, que nem sei se isso é vantagem pra você.

Li em algum lugar aqui que seus pais não te entendem, mas penso que talvez você não entenda seus pais, você culpa seus pais por tudo, isso é absurdo... Renatão véio na veia. Por favor, vê se não se joga da janela do sexto andar... Pelo menos não antes de passar muita raiva com esse diário. Aliás, como aqui você escreve tudo à mão, acho que erros de digitação estão fora de cogitação, você escreve muito mal Marina. Apesar de estar escrito no seu diário que você está na 7ª série, eu tenho cá minhas dúvidas. 3ª série no máximo! Mas tudo bem, talvez você seja gatinha... Embora eu duvide um pouco, por causa dos já citados casos amorosos não concretizados.

Quero dizer que espero que você tome mais cuidado com suas coisas. Hoje perde um diário, amanhã perde um celular, depois perde um guarda-chuva, uma hora acaba perdendo a virgindade também, assim, do nada. Mas acho que já dei o recado que eu queria dar (falando em dar: “sim, você deve usar camisinha na primeira vez, mesmo que ela seja daqui uns 20 anos.”) já foi dado. Ah sim, só pra encerrar, o Di é emo sim!!!!

10 comentários:

Dalleck 11 de janeiro de 2009 12:24  

Não era do quinto andar? xP

Laila 11 de janeiro de 2009 12:53  

Nada é fácil de entender...
Quase achei que o cara que roubou o diário fosse assinar como Eduardo ou algo assim, porque daí ele prórpio seria o Du.

Gilgomex™ 11 de janeiro de 2009 15:51  

não dalleck... pq daí seria plágio... heuheuehuheuheue

George Marques 11 de janeiro de 2009 18:46  

é, o cara já roubou um diário, roubar uma música seria demais xD

Marina 11 de janeiro de 2009 21:06  

Ufa, não foi o meu.
Que susto!

Nadia 12 de janeiro de 2009 00:24  

Assim... o diário não é meu, até porque o meu nome é Nadia e eu não tenho diário, mas meus casos amorosos nunca vão pra frente... me senti uma baranga. DE verdade.
ahuahuahuahuahauhauhaa

E o Di realmente é emo.

ps: Marina, o Du não te ama. Desencana e parte pra outra.
xD

psicóloga 12 de janeiro de 2009 14:02  

nossa .... ela troca de cara como troca de roupa... no começo era Du agora eh di...

Meu q galinha

rsrsrsrs adorei!!!!

Aline 12 de janeiro de 2009 18:35  

Por isso eu nunca tive um diário, afinal a memória existe pra isso! Me contentava em ler escondido o diário da minha irmã.

Tyler Bazz 13 de janeiro de 2009 03:06  

Adorei o conselho pra tomar mais cuidado com as coisas! aUHAhuaUHAuhaUHA

Acho que ela perdeu a vergonha, já.

Anônimo 13 de outubro de 2012 15:37  

eu tenho uma amiga que se chama marina que gosta de um tal de Du e escreveu que gosta dele em um diario mas não sei ao certo se é ela!
Eu irei cionferir.

Buscar nos diários